Domingo, 26 de Junho de 2022
92 98468-7887
Política AVISO

Prisão de Milton “não foi por falta de aviso”, diz Weintraub

O ex-ministro da Educação já havia falado que não confiava em Milton Ribeiro

22/06/2022 22h50
Por: Thais Justiniano
Prisão de Milton “não foi por falta de aviso”, diz Weintraub

Nesta terça-feira (22), o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub disse que a prisão de seu sucessor na pasta, Milton Ribeiro, “não foi por falta de aviso”. Em maio deste ano, ele já tinha afirmado em um tweet que não confiava no então ministro após o caso sobre a atuação de pastores no MEC. Weintraub foi o 2º ministro a deixar a pasta da Educação durante o governo Bolsonaro.

 “Vejam a data! Não foi por falta de aviso. O pior: há mais coisas vindo. Podem apostar!”, declarou Weintraub, que é pré-candidato ao Governo de São Paulo pelo Brasil 35.

À época do tweet resgatado, o ex-ministro reagiu à fala do presidente Jair Bolsonaro (PL) em defesa de Milton Ribeiro. “Eu boto minha cara no fogo pelo Milton”, disse Bolsonaro em 24 de março. Weintraub, por outro lado, disse que não colocaria “nem o dedo mindinho” e que “jamais faria negócio” com seu sucessor.

Nesta quarta, o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi preso pela Polícia Federal. Ele é investigado por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência por suposto envolvimento em esquema de liberação de verbas do MEC. Além de Milton, os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura são alvos da PF.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.