Domingo, 26 de Junho de 2022
92 98468-7887
Amazonas ALERTA

Arsepam faz alerta aos usuários do sistema rodoviário intermunicipal, em ação do Maio Amarelo

Iniciativa contou com distribuição de informativos sobre importância de se viajar em veículos cadastrados no órgão

21/05/2022 11h10 Atualizada há 1 mês
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam) realizou, na manhã de sábado (20/05), uma ação de alerta aos usuários do transporte rodoviário intermunicipal. A iniciativa alusiva à campanha mundial Maio Amarelo ocorreu no Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim – Rodoviária de Manaus, zona centro-sul da capital.

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas!”, o movimento Maio Amarelo visa reduzir o número de acidentes de trânsito e evitar mortes. Por isso, a Agência Reguladora do Amazonas decidiu chamar a atenção da população sobre a importância de optar por viajar em veículos legalizados junto ao órgão.

O diretor-presidente do órgão, João Rufino Júnior, acompanhado por equipe técnica, distribuiu informativos que ensinam como identificar os transportes do modal rodoviário intermunicipal cadastrados na autarquia.

O gestor explicou que o procedimento é simples, bastando que o usuário observe se o carro (táxi intermunicipal), micro-ônibus ou ônibus conta com os adesivos de identificação da Arsepam afixados nas laterais e na parte de trás (traseira). A presença deles assegura que foram efetuadas uma série de vistorias e que os veículos contrataram os seguros inerentes a cada modalidade.

“O adesivo da Arsepam identifica que o veículo passou por vistorias técnicas, se está devidamente cadastrado perante à Agência Reguladora e, portanto, pode oferecer uma segurança às pessoas que utilizam o serviço, diferente do clandestino”, concluiu Rufino Júnior.

Aguardando a chegada do ônibus com destino a Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), a assistente administrativa Marcilene Gomes Alves destacou que o material distribuído é fundamental porque desconhecia a importância de observar a presença dos adesivos da Arsepam. “É muito bom ficarmos em alerta em relação a tudo isso. Eu não sabia, mas agora vou prestar atenção”, afirmou.

Itens

Cada adesivo traz a identificação da modalidade do serviço prestado; número do Certificado de Registro Cadastral do Veículo (CRC-V); logotipo da Arsepam; logotipo do Governo do Amazonas; contato telefônico/WhatsApp da Ouvidoria da Agência Reguladora; e redes sociais do órgão.

Verificações

As inspeções são realizadas nos carros (com até sete lugares) por engenheiros mecânicos. No caso de micro-ônibus e ônibus, as vistorias são executadas por empresa cadastrada junto ao Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Denúncias

Se for observada a ausência dos adesivos, denúncias podem ser feitas por meio da Ouvidoria da Arsepam, nos números telefônicos 0800 280 8585 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h) e (92) 98408-1799 (possui WhatsApp 24 horas).

O órgão atende presencialmente nas dependências do Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim (Rodoviária de Manaus), bairro Flores, zona centro-sul; on-line, por meio do Sistema de Ouvidorias (Fala.BR); e-mail institucional [email protected]; e Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC).

Medidas

Aos clandestinos e irregulares, a Agência Reguladora alerta que as multas variam de R$ 86,93 a R$ 4.636,42 (no caso de reincidência, o valor dobra), assim como a cassação da licença para operar no modal e até a remoção do veículo (Art. 231 do Código de Trânsito Brasileiro).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.