Quarta, 18 de Maio de 2022
92 98468-7887
Política AJUDA

Eleições: vaquinhas virtuais começam neste domingo

O financiamento coletivo é permitido desde 2018

13/05/2022 14h59 Atualizada há 4 dias
Por: Thaís Ramos

No domingo (15), os pré-candidatos as eleições 2022 poderão começar a arrecadar recursos na modalidade: financiamento coletivo ou popularmente conhecidas como “vaquinhas virtuais”.

Permitido desde 2018, o financiamento é feito online, seja por site ou aplicativo eletrônicos. Antes de começar uma vaquinha, o pré-candidato deve verificar se a empresa é uma das 12 aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Em 2018, as vaquinhas arrecadaram R$ 19,7 milhões, já em 2020 o valor foi menor, R$ 15,8 milhões.

Apesar de não existir um limite de doação, apenas pessoas físicas podem ajudar, além disso, é obrigatório a emissão do recibo independente da forma de pagamento.

Além disso, os candidatos só terão acesso ao dinheiro se cumprirem os requisitos definidos pelo TSE, como: requerimento do registo de candidatura, inscrição no CNPJ e abertura de uma conta bancária específica para que seja feito o acompanhamento da movimentação financeira da campanha.

Caso o pré-candidato não registre candidatura, os valores das doações serão devolvidos a empresa responsável pela coleta e depois devolvidos aos respectivos doadores.

No Amazonas

Visando uma cadeira na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a “Bancada das Manas” (PCdoB) apostam na vaquinha para alavancar a campanha eleitoral.

A produtora cultural Michelle Andrews, a advogada Alessandrine Silva, a ativista da Calha do Rio Negro Val Fontes, a assistente social Marklize Siqueira e a líder comunitária Patrícia Andrade são os nomes que compõem a Bancada das Manas.

“Sabemos que o processo eleitoral é muito caro, sobretudo em um estado de dimensões continentais. E uma campanha eleitoral envolve investimentos altos em deslocamento alto e produção de materiais. Por isso, esse financiamento é uma alternativa para uma candidatura popular, como a Bancada das Manaus, que convida o eleitor pela causa, pela bandeira”, afirmou Michelle Andrews.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.