Sábado, 25 de Junho de 2022
92 98468-7887
Meio Ambiente Amazonas

Idam dá continuidade às atividades com o projeto Urihiá Bioamazônia

12/05/2022 15h40
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Visita técnica envolveu questões relacionadas a reposição florestal, piscicultura e sistemas agroflorestais (SAFs)

Com o objetivo de melhor apoiar o projeto Urihiá Bioamazônia, desenvolvido na BR-319, Km 150, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) realizou uma visita técnica para trabalhar questões relacionadas às atividades da piscicultura, sistemas agroflorestais (SAFs) e Reposição florestal. A visita foi realizada na sede e em duas outras áreas da associação Pró-Amazônia Urihiá.

Segundo a engenheira florestal do Idam, Quênia Barros, a equipe técnica que realizou a visita era composta de representantes das unidades locais do Idam no Careiro Castanho e Manaquiri, bem como representantes da Gerência de Produção Vegetal (GPV), da Gerência de Apoio à Pesca e Aquicultura (Geape), Gerência de Apoio à Produção não-Madeireira (GPNM).

“Levamos os profissionais da área técnica para realizar o levantamento, conhecer as áreas e oferecer orientações para subsidiar a implementação do projeto. Esse foi o objetivo de cada setor que vai ser trabalhado, a partir da piscicultura, dos SAFs e trabalhando a questão da reposição florestal. Dessa forma, possibilitando aprimorar o conhecimento da situação local para a formulação de propostas e assim, finalizarmos o projeto”, concluiu Barros.

O trabalho, desenvolvido pela Associação Pró-Amazônia Urihiá, oriunda do Rio Grande do Sul, consiste em reflorestar áreas degradadas com árvores nativas, como açaizeiros, andirobeiras e castanheiras, tendo como objetivo o desenvolvimento humano sustentável e a geração de trabalho e renda, garantindo dignidade e segurança financeira e alimentar às famílias envolvidas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.