Sábado, 25 de Junho de 2022
92 98468-7887
Meio Ambiente Amazonas

Operação Tamoiotatá 2 intensifica ações no sul do Amazonas

Na primeira fase da operação Tamoiotatá em 2021, mais de R$ 31 milhões em multas e autos de infração por crimes ambientais foram aplicados

11/05/2022 15h40
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Integração com órgãos federais irá fortalecer a atuação da operação

Reuniram-se, na manhã desta quarta-feira (11/05), os órgãos que integram a Operação Tamoiotatá 2, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A reunião teve como objetivo discutir ações de planejamento tático para as queimadas, a serem intensificadas no segundo semestre de 2022.

De acordo com o coordenador da Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi), coronel José Neto, a reunião promoveu o fortalecimento da fiscalização com o apoio de órgãos federais.

“Nós esperamos que com essa integração entre órgãos estaduais e federais, trazer mais forças para aumentar o efetivo, e assim ter resultados expressivos na operação Tamoiotatá 2, que é combater os crimes ambientais realizados no nosso Estado”, disse.

A Seagi prepara ações conjuntas visando o planejamento tático, com o objetivo de prevenir as queimadas no período de estiagem na região do extremo sul do Amazonas, onde há maiores índices de desmatamento, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Atualmente, os agentes da operação estão atuando nos municípios de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus) e Apuí (a 453 quilômetros da capital).

Operação Tamoiotatá

Na primeira fase da operação Tamoiotatá em 2021, mais de R$ 31 milhões em multas e autos de infração por crimes ambientais foram aplicados aos infratores, além do embargo de uma área de 5.715 hectares desmatada de forma irregular. Nesta segunda fase, a SSP-AM, por determinação do secretário de Segurança Pública, General Carlos Alberto Mansur, o efetivo para 2022 foi dobrado.

Integração

Participaram desta reunião, representantes da SSP-AM, por meio do Gabinete de Gestão Integrada (GG-I), o Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.