Domingo, 26 de Junho de 2022
92 98468-7887
Política DENÚNCIA

Investigadora da Polícia Civil ganhou R$ 55 mil supostamente sem aparecer no trabalho

De acordo com o Portal da Transparência, a servidora recebeu o maior valor da Folha de Pagamento

04/05/2022 17h27 Atualizada há 2 meses
Por: Bianca Mello

Foto: Reprodução

Policiais Civis do município Careiro Castanho estariam revoltados com uma situação que fere não somente a preservação da boa aplicação do dinheiro público, como também, a moralidade, caso sejam comprovadas as denúncias.

De acordo com os policiais que não quiseram se identificar com medo de represálias (que certamente viriam), a ex-chefe de gabinete da ex-delegada geral da Polícia Civil do Amazonas, Akerna Marques Chagas Corado não estaria comparecendo à delegacia do município onde está lotada.

Além da suposta ausência de Akerna Corado no Distrito Integrado de Polícia (DIP), daquele município onde é lotada como investigadora e exerce função de chefe de gabinete, os valores brutos recebidos por ela são estrondosos, superando o de muitos colegas, inclusive de titulares de delegacias do interior do estado, cujo os vencimentos são de pouco mais de R$ 51 mil no máximo. Conforme dados do Portal da Transparência a servidora recebeu somente no mês passado mais de R$ 55 mil, sendo o maior valor da folha de pagamento.

O Laranjeiras News entrou em contato com a assessoria da Polícia Civil para saber o motivo da servidora receber o montante e questionou também a suposta falta de frequência dela no DIP onde é lotada, mas até o fechamento do texto não obteve retorno, o espaço permanece aberto para esclarecimentos.

Akerna Marques Chagas Corado foi chefe de gabinete e principal braço da ex-delegada geral da PC-AM, Emília Ferraz, que saiu do cargo para se candidatar nas eleições deste ano. O nome de Akerna Corado e os valores recebidos por ela e por outros servidores constam no Portal da Transparência do Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.