Sábado, 25 de Junho de 2022
92 98468-7887
Política BASTIDORES

Após perder contrato bilionário, dono do Grupo Diário tenta extorquir empresários

Segundo fontes, Cyro Batará aderiu ao completo desequilíbrio e passou a agredir com fake news empresários afins de obter lucros.

19/04/2022 14h07
Por: Eduardo Menezes
Após perder contrato bilionário, dono do Grupo Diário tenta extorquir empresários

O empresário Cyro Batará Anunciação, dono do Grupo Diário de Comunicação, está perdendo as estribeiras simplesmente pelas contas de suas empresas não fecharem. Com medo de bater as portas e cheio de inimigos para dar conta, Cyro recorre ao desespero e ataca empresários para tentar lucrar com fake news.

Com a sensível redução em contratos de publicidade da Prefeitura de Manaus e sem proximidade com o Governo do Estado para qualquer uma de suas mídias, o Grupo Diário de Comunicação se tornou um grande gabinete de maldade para atacar desafetos que não queiram bancar a larga estrutura das empresas.

Em 2021, o Laranjeiras News revelou com exclusividade que o contrato de R$ 1,3 bilhão beneficiaria o sócio oculto do Grupo Diário de Comunicação, Leandro Galgliardi de Almeida Barreto, através da empresa Amazon Watt S.A. para exploração de painéis solares nos prédios da administração pública municipal.

Nos bastidores, o contrato seria uma amarra do então prefeito de Manaus, Arthur Neto com o grupo de comunicação por um período de 27 anos, pelos seus relevantes serviços em benefício as tramoias de Arthur Neto à frente da administração municipal.

Segundo fontes próximas ao empresário Cyro Batará, as empresas ligadas a ele têm contratos com diversos setores públicos obtidos através de extorsões, chantagens e ameaças de que se não fossem agraciados com bons contratos, os agentes públicos seriam expostos em sua rede de comunicação, e pouco interessa a verdade, apenas ataques aos que se contrapunham seus interesses.

Sem sucesso em obter contratos no Governo do Estado, o Grupo Diário de Comunicação ataca a imagens de empresários no intuito de fazê-los anunciantes da rede, segundo fonte. A manobra “garantiria” aos empresários proteção de seus negócios. A fonte revelou ainda que após perder o contrato bilionário da gestão de Arthur Neto, Cyro estaria tentando remanejá-lo para outra empresa ligada a ele.

Após a grande repercussão negativa do caso do contrato bilionário, fonte revelou que está em andamento investigação sobre tráfico de influência para o direcionamento dele em benefício de Cyro Batará, o que pode levar o empresário a ser preso a qualquer momento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.