Sábado, 25 de Junho de 2022
92 98468-7887
Especiais 06 DE ABRIL

1° Guerra Mundial: 105 anos desde a declaração dos EUA contra a Alemanha

Já se passou mais de um século desde o embate histórico que deixou mais de 15 milhões de mortos

06/04/2022 17h50 Atualizada há 3 meses
Por: Leonardo Moreira

A Primeira Guerra Mundial ocorreu entre 1914 e 1918, na Europa. Uma disputa local pelo domínio do mercado consumidor, matéria-prima e metais preciosos. O que os levou à corrida armamentista, o belicismo.

A disputa, inicialmente, foi entre o Império Austro-Húngaro e a Sérvia, que se estendeu até a Europa e chegou no mundo.

Dois grupos de países se enfrentavam, Tríplice Aliança, composta pela Turquia, Alemanha, Áustria e Itália (que troca de lado durante a guerra), e a Tríplice Entente, formada pela Inglaterra, França, Estados Unidos (que entra em 1917) e Itália.

A guerra começa com os embates da Alemanha contra a França e Rússia, que também é atacada pela Turquia. O Japão entra atacando colônias russas. A Tríplice Aliança avança consideravelmente, mas é detida na frente russa e na França.

De 1915 a 1916, as mortes aumentam drasticamente. Os armamentos são mais agressivos, são utilizados tanques, metralhadoras e bombas jogadas de aviões. Pelo alto gasto de munições, os dois grupos se enfraquecem por não haver reposição.

A Alemanha usa gases tóxicos nas batalhas e a Itália é detida pelos austríacos. No dia 3 de abril de 1917, navios do EUA e Brasil são atacados pelos alemães, o que os tira da neutralidade.

Os Estados Unidos da América declararam guerra contra a Alemanha no dia 6 de abril de 1917. A entrada dos EUA na guerra desequilibrou as forças e o grupo onde pertencia a Alemanha começaram a declinar. No dia 26 de outubro de 1917, o Brasil se posicionou contra a Tríplice Aliança e mandou reforços médicos para a guerra.

Em 1918, a Rússia assina o tratado de “Brest-Litovsk” que sela a paz com Alemanha, Áustria-Hungria, Bulgária e Império Otomano. A Alinça, sofrendo várias derrotas e ao grande poder ofensivo da Entente, se rende.

Como consequências da guerra, Alemanha assina o tratado de Versalhes, que a obriga a se responsabilizar por ter causado a guerra e a reparar parte das nações da Tríplice Entente. Além de redefinições geopolíticas e a criação da Liga das Nações, com o intuito de evitar guerras.

O industrialismo voltou a ficar forte no Brasil e os Estados Unidos se tornaram a primeira potência no mundo. Também surge as ditaduras pelo mundo.

Ressentidas com a perda da guerra e pela humilhação do tratado, Alemanha e Itália começam uma nova corrida bélica que resultou na 2ª Guerra Mundial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.