Quarta, 18 de Maio de 2022
92 98468-7887
Amazonas PROVAS

TCE-AM pede a suspensão de concurso para Bombeiros, Polícia Militar e SSP

O pedido de medida cautelar é proveniente do aumento nos casos de Covid-19 que passa dos 7 mil casos no Estado.

20/01/2022 10h44 Atualizada há 4 meses
Por: Lohana Rocha
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) pode suspender a realização das provas do concurso público para o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O Tribunal recebeu uma representação com pedido de medida cautelar nesta quarta-feira (19), justificando a suspensão por conta da alta de casos de covid-19, que pode pôr em risco a saúde dos candidatos. 

O documento possui mais de duas mil páginas. A principal linha de questionamento da peça fala sobre o risco de contaminação provocada pela variante Ômicron da covid-19. Segundo a representação, a alta dos casos é preocupante. Nesta quarta-feira, o Amazonas registrou mais de 7 mil casos de covid-19. O surgimento da variante Ômicron tem impulsionado os novos casos da doença provocada pelo novo coronavírus. Devido à alta, o estado voltou para a zona laranja.  

A representação chegou ao gabinete do presidente do TCE-AM na tarde desta quarta-feira. Na manhã desta quinta-feira (20), o documento será despachado para a autuação e remessa ao relator, que vai analisar a medida cautelar. 

As inscrições para as provas dos três concursos foram anunciadas ainda em dezembro. As provas ocorrerão no dia 6, 13 e 20 de fevereiro, respectivamente. São 150 vagas na SSP, 1.350 para PM e 453 para o Corpo de Bombeiros. 

O Amazonas registrou mais 7.505 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira (20), segundo dados do boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). A alta é impulsionada pelo surgimento da variante Ômicron, que foi registrada pela primeira vez no dia 4 de janeiro. Das 589 amostras processadas, 547 casos de infecção foram confirmados, sendo 504 em Manaus e 24 no inteiro do Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.