Segunda, 23 de Maio de 2022
92 98468-7887
Saúde SAÚDE COLAPSADA

Maternidades de Manaus sofrem com a falta de médicos

Denúncias enviadas ao Laranjeiras News, relatam a falta de médicos em Maternidades de Manaus

15/01/2022 22h33 Atualizada há 4 meses
Por: Andreia Souza

Manaus entra na fase laranja em casos de covid-19, de acordo com autoridades de saúde, os hospitais particulares com superlotação, a rede de saúde pública não está diferente. O Laranjeira News recebeu denúncias relatando superlotação nas maternidades de Manaus.

A Maternidade Ana Braga, localizada na Av. Cosme Ferreira, s/n - São José I, tem reclamação da falta de atendimento tem grávidas que procuram a unidade e não conseguem atendimento, ficando mais de 06h para conseguirem um atendimento, segundo a denúncia na unidade estariam aproximadamente 40 (quarenta) gravidas contaminadas pela covid, as pessoas que procuram a maternidade não estão conseguindo atendimento e estão sendo encaminhadas para outras unidades.

A maternidade Balbina Mestrinho localizada na Rua Duque de Caxias 1142 - Praça 14, também tem denúncias da falta de médicos para realizar o atendimento no local, segundo relatos de grávidas que procuraram a unidade afirmaram que somente um médico estava atendendo na unidade, e estava destinado para atender as mulheres que já estivessem em trabalho de parto. Quem estivesse procurando um atendimento considerado "não urgente", não estava conseguindo atendimento.

Essas unidades hospitalares são destinadas exclusivamente para o atendimento de mulheres gravidas, se num local com atendimento  específico já esta desta maneira, como não se encontras as  Unidades de pronto Atendimento (UPA) e hospitais como 28 de agosto e João Lúcio.

Manaus está passando mais uma vez por um colapso na saúde, muitos funcionários da saúde estão acometidos pela, covid-19 ou pela influenza. Atingindo diretamente o atendimento nas unidades hospitalares.

A população pede socorro!

Fotos maternidade Ana Braga.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.