Sexta, 28 de Janeiro de 2022
92 98468-7887
Brasil ESPERANÇA

Vacina brasileira é aplicada pela primeira vez no país

O técnico de segurança patrimonial Wenderson Nascimento, foi o primeiro a receber a dose da vacina

14/01/2022 15h40
Por: Ricardo Xavier

Foto: Neila Rocha/Ascom/SEAPC

 

A vacina brasileira contra a Covid-19, nomeada como RNA MCTI CIMATEC HDT, foi aplicada pela primeira vez na última quinta-feira (13), em cerimônia na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, em Salvador, Bahia. Inicia então, a primeira fase do estudo que escolherá, de forma randomizada, a dosagem mais segura e que estimule uma resposta de anticorpos contra o vírus da Covid-19. A vacina será aplicada em 90 voluntários com faixa etária entre 18 e 55 anos. 

 

O primeiro voluntário a receber a dose da vacina foi Wenderson Nascimento Souza, de 34 anos e a dose foi aplicada pelo Secretário de Pesquisa e Formação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Sepef/MCTI). A ideia é que a primeira fase seja concluída em três meses para que a vacina esteja disponível em um ano. 

 

Na segunda fase,  serão 400 participantes para testar a eficácia do imunizante. Já na terceira fase, a vacina será administrada em larga escala. De acordo com pesquisadores, a RNA MCTI Cimatec HDT, terá a potencialidade de conter cinco variantes (alpha, beta, gamma e delta) e pretende-se que ela seja aplicada em dose única ou com dose de reforço a cada um ano.

 

A vacina tem a participação do Brasil (Senais Cimatec), Estados Unidos (HDT BioCorp) e Índia (Gennova Biopharmaceuticals). No Brasil, tem apoio da RedeVírus, com financiamento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.