Segunda, 23 de Maio de 2022
92 98468-7887
Dólar comercial R$ 4,88 0%
Euro R$ 5,15 0%
Peso Argentino R$ 0,04 -0.011%
Bitcoin R$ 155.944,08 +3.004%
Bovespa 108.487,88 pontos +1.39%
Economia EMPREENDER

Empreendedorismo feminino na pandemia: como vencer os desafios

O aumento da participação das mulheres e os desafios superados

06/01/2022 15h59 Atualizada há 4 meses
Por: Ricardo Xavier

Nos últimos anos, o número de mulheres empreendedoras aumentou consideravelmente. É possível notar que elas estão ganhando cada vez mais espaços importantes na sociedade e demonstram uma força extraordinária. Mas, com o aumento dos casos de Covid-19 e o estouro da pandemia, ficou cada vez mais difícil empreender. Grandes foram os desafios enfrentados por essas guerreiras, que muitas das vezes trabalham dobrado para garantir o sustento de suas famílias.

Esse foi o caso de inúmeras pessoas ao redor do mundo, e  no Amazonas não foi diferente. As nossas guerreiras tiveram que enfrentar a pandemia pelo novo coronavírus e a responsabilidade de inovar. A sobrecarga e o acúmulo de atividades foram as principais queixas das trabalhadoras, superando as dificuldades econômicas pessoais e do país. Pelo menos 63% das empreendedoras relataram o aumento da carga de trabalho como desafio mais significativo, a principal barreira à sua dedicação ao negócio. 

 

Para a confeiteira Danielle Araújo, de 46 anos, os últimos anos foram desafiadores e o avanço da pandemia afetou diretamente os negócios. “O ano de 2021 foi marcado pela tranquilidade, foram poucas encomendas e o marketing foi feito boca a boca", contou. 

Mesmo com incertezas, a vontade de crescer e ser reconhecida é grande. O ano de 2022 será outro desafio para as empreendedoras, mas as expectativas são sempre as melhores. Danielle contou ainda, que pretende participar de feiras e eventos buscando se aperfeiçoar e trazer os melhores produtos para os seus clientes.

 

 

O delivery foi um dos setores que mais cresceu em meio a pandemia e para Danielle, será o diferencial em seus serviços. "A vontade de fazer entregas de doces, salgados e bolos já é meta para 2022", encerrou. 

Empreender não é fácil e para se chegar ao sucesso é preciso percorrer um grande caminho, mas, essas guerreiras irão tirar essa tarefa de letra. A busca de conhecimento e capacitação deve estar sempre na lista de prioridades de toda empreendedora, assim é garantia de crescimento e sucesso.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.