Sexta, 28 de Janeiro de 2022
92 98468-7887
Amazonas INTERIOR

Em Presidente Figueiredo, promotora conversa com alunos e recebe denúncias de bullying, e violência de gênero

"Os professores da escola e a gestão pediram um momento reservado para eu conversar com os alunos porque havia denúncias de bulling e violência de gênero na escola", contou a promotora Karla da Silva.

30/11/2021 20h04 Atualizada há 2 meses
Por: Sadim Salatiel
Em Presidente Figueiredo, promotora conversa com alunos e recebe denúncias de bullying, e violência de gênero

O Ministério Público do Amazonas, pela Promotoria de Justiça de Presidente Figueiredo, participou, no último dia 24/11, do ciclo de palestras promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nas escolas da rede estadual do Município. A convite da coordenação regional de ensino em Presidente Figueiredo, a Promotora de Justiça Karla Cristina da Silva Sousa palestrou para os alunos do Centro de Educação Integral Maria Eva dos Santos acerca da violência, bullying e uso de drogas no ambiente escolar.

"Os professores da escola e a gestão pediram um momento reservado para eu conversar com os alunos porque havia denúncias de bulling e violência de gênero na escola. Conversei com os alunos sobre a minha trajetória, falei sobre o uso de nome social e o desenvolvimento da cultura de paz na escola, bem como sobre a repercussão jurídica do uso de drogas no ambiente escolar", informou a Promotora de Justiça Karla Cristina da Silva Sousa.

O evento também serviu para que professores e integrantes da gestão fossem orientados sobre o modo como podem tratar os alunos e conversar sobre a abordagem dos sistemas de gênero, da orientação sexual no contexto do uso de banheiros e do uso de nome social, destacando, sempre, como tais questões são abordadas juridicamente. "Ao final, fizemos, ainda, um apanhado geral sobre projetos que podem ser desenvolvidos com adolescentes com intermediação do Ministério Público. Foi bem proveitoso, um momento bem legal que, esperamos, dê bons frutos mais adiante", avaliou a Promotora de Justiça.

Além da Promotora de Justiça Karla Cristina, também participaram do ciclo de palestras a Coordenadora Regional de Ensino, Rosemary Andrade, a psicóloga Mirna Soares, a gestora Cintiane Castro, a pedagoga Jania Teodoro dos Santos e representantes do Programa Saúde na Escola.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.