Sexta, 28 de Janeiro de 2022
92 98468-7887
Polícia TRÁFICO

Em continuidade à Operação Acéfalo, PC-AM prende homem por tráfico de drogas

Indivíduo estava escondido em uma casa no bairro São Geraldo, em Manaus

30/11/2021 14h50 Atualizada há 2 meses
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da equipe de investigação da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros da capital), prendeu em flagrante, na segunda-feira (29/11), por volta das 20h, Francisco Barbosa da Silva Filho, de 26 anos, pelo crime de tráfico de drogas. A prisão ocorreu na travessa Santa Luzia, bairro São Geraldo, zona centro-sul da capital.

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular da 36ª DIP, a ação é uma continuação da Operação Acéfalo, deflagrada no dia 18 de outubro deste ano, naquele município, para desarticular uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas.

“Recebemos denúncias relatando que um foragido da Operação Acéfalo estaria escondido em uma casa em Manaus, local que também funcionava como laboratório de entorpecentes. Com base nisso, fomos ao local e realizamos campana, momento em que foi possível observar intensa movimentação de pessoas. Abordamos dois indivíduos, que confirmaram estar comprando drogas na casa”, relatou o delegado.

Ainda segundo o titular, os policiais entraram no imóvel e prenderam Francisco, em flagrante. Durante revista foram encontradas nove trouxinhas de cocaína, duas pedras grandes de oxi e três balanças de precisão.

“Em depoimento, Francisco confirmou que estava realizando o comércio ilícito há aproximadamente três meses para sustentar a família. Confirmou ainda que estava vendendo drogas para um foragido da Operação Acéfalo”, contou ele.

Disque-denúncia – A autoridade policial solicita que a população continue realizando denúncias pelo número (92) 99408-4662, o disque-denúncia da 36ª DIP, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.