Sábado, 25 de Junho de 2022
92 98468-7887
Cidades DINHEIRO PÚBLICO

Escola indígena custará R$ 2,6 milhões para prefeitura de São Paulo de Olivença

O certame foi divulgado nesta terça-feira (30)

30/11/2021 13h28 Atualizada há 7 meses
Por: Andreia Souza

O prefeito São Paulo de Olivença, Nazareno Souza Martins (Republicanos), vulgo Gibe que teve seu mandato por um fio por documento falso, contratou empresa do próprio município para construir escola indígena.

A informação consta no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas (DOM-AM), desta terça-feira (30).

Segundo o certame a empresa contratada foi a SEVEN EMPREENDIMENTOS LTDA, inscrito no CNPJ sob o nº 04.419.051/0001-03, com endereço físico na Rua Dina Pinto, S/N, em Bomfim no município de São Paulo de Olivença. Cujo dono é o empresário Paulo Roberto Oliveira de Souza. A firma tem especialidade no serviço de ‘construção de edifícios’, além de outras 52 atividades secundárias. Com capital social de R$ 1 milhão.

De acordo com a publicação, o contrato entre o prefeito Gibe e a empresa é pata a construção de escola com 06 (seis) salas de aula e quadra - escola municipal indígena Kokama Onésimo dos Santos Gomes na Comunidade do Bom Sucesso.

A obra está orçada em R$ 2.615.436,16 - (dois milhões seiscentos e quinze mil quatrocentos e trinta e seis reais e dezesseis centavos).

Não é o primeiro contrato que o prefeito Gibe, fecha com essa empresa, o gestor também contratou a SEVEN EMPREENDIMENTOS para erguer uma quadra coberta, com arquibancada e vestiários na comunidade Santa Inês, no município que possui 40.837 mil habitantes. No total, os trabalhos deverão custar R$ 940.697,23.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.