Sexta, 22 de Outubro de 2021
92 98468-7887
Política FUGINDO DAS CRÍTICAS

David Reis bloqueia comentários nas redes sociais após repercursões negativas

O eleitor que quiser protestar contra David Reis pelas redes sociais agora tem apenas a página do Facebook.

18/09/2021 17h03
Por: Joyce Carvalho

Após o embargo judicial para barrar a construção de “puxadinho” de R$ 32 milhões, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio de liminar concedida nessa sexta-feira (17), pelo juiz Marcelo da Costa Vieira, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), o presidente da Casa Legislativa, David Reis (Avante) bloqueou o acesso dos usuários para fazer comentários em suas postagens nas redes sociais.  

Em vez de se pronunciar sobre o ocorrido que teve grande repercussão nas mídias e deixar a população comentar seus posts, o parlamentar optou por bloquear qualquer tipo de opinião, quer seja ela positiva ou negativa. 

David Reis vinha sendo bastante criticado na última semana por conta da construção de um prédio de R$ 32 milhões e do aluguel de 41 pick-ups de luxo, medidas tomadas por ele enquanto presidente da Casa e que dominaram o debate político durante a semana. Por conta disso, ele fechou o Instagram para comentários. O eleitor que quiser protestar contra David Reis pelas redes sociais agora tem apenas a página do Facebook. 

Os dois gastos milionários defendidos pelo presidente da Casa, até aqui, não vingaram. Nesta sexta-feira a Justiça suspendeu o processo de licitação da construção do 'puxadinho' da CMM, entendendo que se configura uma "afronta ao ideal de moralidade administrativa no emprego dos recursos públicos".  

Já a licitação para o aluguel dos veículos de luxo foi suspensa pela própria CMM após a repercussão negativa e a promessa de uma nova judicialização da questão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.