Domingo, 19 de Setembro de 2021
92 98468-7887
Política CONVOCAÇÃO APROVADA

CPI da Covid aprova convocação de Ana Cristina Valle, ex do presidente Bolsonaro

A comissão quer esclarecimentos sobre a relação dela com lobista que atuou para empresa suspeita de irregularidades no Ministério da Saúde

15/09/2021 15h11 Atualizada há 4 dias
Por: Wellyson Nascimento
Ex-mulher de Bolsonaro, Ana Cristina Valle atuou por cargos Foto: Marcos Ramos / Agência O Globo
Ex-mulher de Bolsonaro, Ana Cristina Valle atuou por cargos Foto: Marcos Ramos / Agência O Globo

A CPI da Covid no Senado aprovou nesta quarta-feira (15) a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro e mãe de um de seus filhos, Jair Renan. O objetivo é apurar as relações dela com o lobista Marconny Faria, que atuou para a Precisa Medicamentos no Ministério da Saúde que teve seu depoimento ouvido nesta quarta-feira na CPI. Apenas o senador governista Marcos Rogério (DEM-RO) foi contra a convocação.

Em seu depoimento, após ser ameaçado de prisão Marconny afirmou ser amigo de Jair Renan há pelo menos dois anos, depois falou que na verdade se trata apenas de um colega. Ele também disse que o camarote no estádio Mané Garrincha em que fez sua festa de aniversário em dezembro do ano passado era do “04” de Bolsonaro. Também contou já ter apresentado ao filho do presidente um advogado tributarista com o objetivo de ajudá-lo a abrir uma empresa. Por outro lado, negou ter recebido qualquer benefício por isso ou manter negócios com o filho do presidente. Marconny contou também conhecer a mãe de Jair Renan, mas disse desconhecer outros integrantes da família Bolsonaro.

Leia também: 

Tenso com ameaça de prisão, lobista confirma à CPI relação próxima com Renan Bolsonaro em depoimento

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.