Domingo, 19 de Setembro de 2021
92 98468-7887
Polícia PESCADO ILEGAL

Base Arpão apreende mais de 700 quilos de pescado ilegal em embarcação

As apreensões ocorreram por volta das 5h, durante as vistorias realizadas pelos policiais em embarcações que trafegam pelo rio Solimões

14/09/2021 20h05 Atualizada há 5 dias
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Policiais militares e civis da Base Fluvial Arpão apreenderam em uma embarcação, tipo ferry-boat, 721 quilos de pescado ilegal, entre pirarucu e tambaqui, no início da manhã desta terça-feira (14/09). A ação ocorreu nas proximidades do município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus). Dois homens foram detidos por crime ambiental.

As apreensões ocorreram por volta das 5h, durante as vistorias realizadas pelos policiais em embarcações que trafegam pelo rio Solimões. Segundo o relatório da ocorrência, o pescado foi encontrado no ferry-boat de nome América, oriundo no município de Tefé com destino à capital amazonense.

Apreensão

Ao todo, os policiais conseguiram apreender 259 quilos de pirarucu fresco, 252 quilos de pirarucu seco e 210 quilos de tambaqui, que estavam armazenados em um saco branco, dentro de um freezer.

Dois homens, de 60 e 67 anos, responsáveis pelo pescado ilegal, foram levados à Delegacia de Polícia da Base Arpão, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental. O pescado apreendido também foi apresentado às autoridades na delegacia.

Base Arpão

Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a Base Arpão é uma unidade tem atuação integrada de efetivos das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Polícia Federal, Força Nacional e Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.