Domingo, 19 de Setembro de 2021
92 98468-7887
Polícia CRIME

Empresário assassinado tinha um mandato de prisão em aberto

Ranyere da Silva Pinheiro, 39 anos, dono do Boteco Jardim Resto Bar, foi executado a tiros dentro do seu estabelecimento.

13/09/2021 09h00 Atualizada há 7 dias
Por: Joyce Carvalho
Foto: Erlon Rodrigues
Foto: Erlon Rodrigues

Na noite deste domingo (12) um homem identificado como Ranyere da Silva Pinheiro, 39 anos, dono do Boteco Jardim Resto Bar, foi executado a tiros dentro do seu estabelecimento, localizado na praça Prosamim Mestre Chico 1, no bairro Cachoeirinha, zona sul da capital amazonense. No momento da sua execução, uma banda de pagode tocava e fazia uma transmissão ao vivo no Instagram.

A esposa do proprietário Teline Bawuer Modesto, 34 anos, também ficou ferida durante o ataque, mas foi socorrida para o Serviço de Pronto-atendimento (SPA), no entanto, não há mais informações sobre o estado de saúde dela.

Segundo informações da polícia, dois homens se aproximaram do bar a pé e efetuaram os disparos contra o casal, Ranyere foi atingido pelo menos por 5 tiros.

Ainda segundo a polícia, Ranyere tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e já foi preso em 2016 por porte ilegal de arma de fogo. Na ocasião, um fuzil foi encontrado escondidos embaixo do flutuante do empresário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.