Sexta, 22 de Outubro de 2021
92 98468-7887
Internacional PARALIMPÍADAS

Atletas do Afeganistão não poderão disputar a Paralimpíada de Tóquio

Devido à grave situação do país, a delegação esportiva afegã não poderá participar nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que começam na próxima, dia 24.

17/08/2021 10h10 Atualizada há 2 meses
Por: Joyce Carvalho

A crise política e diplomática causada pelo avanço do Taleban no Afeganistão começa a ficar evidente também no esporte. Devido à grave situação do país, a delegação esportiva afegã não poderá participar nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que começam na próxima, dia 24. 

A ausência do Afeganistão no evento foi confirmada nesta segunda-feira, dia 16, pelo porta-voz do Comitê Paralímpico Internacional (CPI), Craig Spence. Os atletas estão impedidos de viajar por causa do fechamento dos aeroportos no país. 

Apenas dois atletas estavam na delegação afegã, ambos do tae kwon do. Zakia Khudadadi, de 23 anos, seria a primeira mulher a representar o Afeganistão nos Jogos Paralímpicos. Contudo, os talebans são contrários a que as mulheres frequentem a escola, trabalhem ou pratiquem esporte. Mulheres de áreas controladas pelo Taleban descreveram ser forçadas a usar burcas —veste que cobre todo o corpo e apresenta uma estreita tela, à altura dos olhos, através da qual se pode ver— e militantes espancaram pessoas por infringirem as regras sociais.

O CPI não comentou sobre uma possível ajuda aos atletas paralímpicos afegãos. "Esperamos que a equipe e sua comissão técnica estejam seguros durante este período difícil", declarou Spence.

A ofensiva do grupo fundamentalista islâmico continua crescendo no país. Após conseguir tomar o controle de importantes cidades do Afeganistão, o Taleban avançou e se apoderou da capital Cabul, fazendo com que o presidente Ashraf Ghani abandonasse o país. O exército americano, que tentava proteger o principal aeroporto para que milhares de cidadãos estrangeiros e afegãos consigam deixar o país, bateu em retirada neste domingo. 

Zakia Khudadadi iria representar o Afeganistão nas Paralimpíadas — Foto: IPC

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.