Domingo, 19 de Setembro de 2021
92 98468-7887
Esportes 2˚ MEDALHA DO BRASIL

Judô brasileiro mantém tradição de 37 anos após Daniel Cargnin ganha bronze na competição

A luta foi bastante intensa, com o israelense aparentemente mais forte fisicamente, porém o brasileiro foi mais rápido e conseguiu um wazari a 2min29 do final.

25/07/2021 11h17
Por: Wellyson Nascimento
Foto: Gaspar Nóbrega/ COB
Foto: Gaspar Nóbrega/ COB

O judoca Daniel Cargnin conquistou, na manhã deste domingo, a medalha de bronze na categoria meio-leve (até 66 kg) dos Jogos Olímpicos de Tóquio, ao vencer o israelense Baruch Shmailov por wazari. Com este resultado, o judô brasileiro mantém a tradição de subir ao pódio em todas as edições olímpicas desde Los Angeles/1984. Sendo 23 no total.

A luta foi intensa, com o israelense aparentemente mais forte fisicamente, mas o brasileiro foi rápido demais e conseguiu um wazari a 2min29 do final. A 1min31 o combate foi paralisado por causa de um sangramento no nariz de Cargnin. Daí em diante, Shmailov foi ao ataque, mas não teve sucesso.

Natural de Porto Alegre, Daniel Cargnin teve grandes resultados no ciclo olímpico, marcado por sua transição das equipes de base ao time principal. Em 2017, ele conquistou o ouro no Mundial Júnior, e firmou-se como o principal nome da categoria no Brasil. Arrematou dois títulos pan-americanos (2017 e 2020) e teve seu melhor resultado no Grand Slam de Brasília, em 2019, quando foi campeão batendo o italiano Manuel Lombardo. No Pan de Lima, ficou com a prata.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.