Sábado, 31 de Julho de 2021
92 98468-7887
Geral CRISE HÍDRICA

Para evitar racionamento de energia, governo quer antecipar inauguração de usinas e nova linha de transmissão

O governo informou que fará uma campanha por uso consciente de energia para enfrentar o cenário de escassez de água nos reservatórios

16/06/2021 09h42 Atualizada há 1 mês
Por: Wellyson Nascimento
Para evitar racionamento de energia, governo quer antecipar inauguração de usinas e nova linha de transmissão

Em meio a mais uma medida para enfrentar os efeitos da pior seca em 91 anos, na região das principais hidrelétricas, o Ministério de Minas e Energia (MME) trabalha com o objetivo de antecipar ou ao menos manter o cronograma de entrada de usinas de geração de energia que vão reforçar o sistema nacional. Também faz parte do plano do governo antecipar a entrada em operação de novas linhas de transmissão de energia.

O MME pediu as empresas detentoras de unidades de geração de energia e de companhias responsáveis pela construção de linhas de transmissão de eletricidade, que deverão entrar em operação em 2021 ou início de 2022,  para que elas se esforcem para antecipar as datas ou ao menos mantenham o cronograma de entrada em operação das usinas. São principalmente usinas termelétricas, eólicas e de energia solar.

Segundo informações o governo já liberou a importação de energia da Argentina e do Uruguai, já autorizou o acionamento de todas as termelétricas disponíveis e já informou que fará uma campanha por uso consciente de energia para enfrentar o cenário de escassez de água nos reservatórios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.