Sábado, 31 de Julho de 2021
92 98468-7887
Saúde Amazonas

Casal encontra no trabalho voluntário durante vacinação uma forma de levar esperança e amor à população

Viver a experiência de participar da grande mobilização da campanha "Vacina Amazonas" e ajudar a população.

13/06/2021 17h46
Por: Bianca Mello Fonte: Secom Amazonas
forma de levar esperança e amor à população
forma de levar esperança e amor à população

Viver a experiência de participar da grande mobilização dacampanha “Vacina Amazonas”e ajudar a população nesse momento de vacinação é uma realidade para o casal Marcus Granjeiro, diretor-presidente do Hospital Francisca Mendes, e a neurocirurgiã Cecília Granjeiro. Eles estão atuando, neste domingo (13/06), como voluntários na vacinação realizada na Arena da Amazônia.

“A gente já vem trabalhando durante a pandemia, desde o início perdemos muitos pacientes, familiares. Então, está aqui ajudando, é o mínimo que a gente pode fazer durante esse período tão difícil pra todos nós. É realmente um privilégio estar aqui, vendo tantas pessoas emocionadas, tantas pessoas cheias de esperança e foi isso que nos trouxe aqui”, enfatizou Cecília Granjeiro.

O diretor-presidente do Hospital Francisca Mendes enfatizou que o Amazonas vive dias históricos neste fim de semana. “É um dia histórico, então quando amanheceu eu falei pra Cecília, vamos participar desse dia, porque esse dia aqui é histórico pra nossa cidade”, explicou Marcus Granjeiro.

Ele aproveitou a oportunidade para falar sobre a balanço positivo que o Estado alcançou nesta campanha até o momento, com mais de 100 mil pessoas vacinadas.

“Nós atingimos a marca de 100 mil pessoas vacinadas numa única campanha, numa única estratégia. Parabéns ao governador Wilson Lima, que com bravura colocou essa campanha na rua”, disse Marcus Granjeiro.

Assim como Marcus e Cecília, servidores de outros órgãos da esfera estadual atuaram, ao longo deste fim de semana, para garantir a imunização da população.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.