Quarta, 16 de Junho de 2021
92 98468-7887
Política DINHEIRO PÚBLICO

Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira tem cinco dias para se pronunciar sobre irregularidades em licitação

Esta não é a primeira vez que o Presidente da Comissão de Licitação é investigado por irregularidades.

11/06/2021 14h49
Por: Joyce Carvalho

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) deu um prazo de cinco dias para que a Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira, a 852 quilômetros de Manaus, se manifeste sobre a representação interposta pela Câmara Municipal em desfavor do Presidente da Comissão de Licitação.

Segundo o documento assinado pelo Conselheiro-Relator Josué Cláudio de Souza Neto, os vereadores Dieckson Diogenes (Podemos), Ricardo Silva Santos (Podemos) e Diana Suely A. Oliveira Lobo (Podemos), acusam o Presidente da Comissão de Licitação Municipal, Ariton Lopes Nogueira, de ter cometido irregularidades e pedem a apuração dos possíveis atos ilícitos.

No documento, o conselheiro afirmou que os responsáveis devem ser ouvidos primeiramente e concedeu um prazo de cinco dias para que a Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira se pronuncie a respeito do pedido de medida cautelar realizado pelos vereadores.

Inquérito Civil

Esta não é a primeira vez que o Presidente da Comissão de Licitação é investigado por irregularidades. Em 2019, Ariton foi alvo de um inquérito civil do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), que investigava a compra de veículos com dispensa de licitação indevida.

 Confira o documento: 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.