Domingo, 13 de Junho de 2021
92 98468-7887
Política DINHEIRO PÚBLICO

Aluguel de carros de luxo avaliado em mais de R$3 milhões pela Prefeitura de Coari é suspenso TCE-AM

A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico (DOE) desta quinta-feira (06)

07/05/2021 11h31 Atualizada há 1 mês
Por: Joyce Carvalho

Foi publicado nesta quinta-feira (06), no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) a suspenção da locação de oito carros de luxo blindados pela Prefeitura de Coari. O contrato para locação dos veículos estava estimado em mais de R$ 3 milhões.

A decisão foi adotada pela relatora das contas de Coari, conselheira Yara Lins dos Santos, e atendeu a uma manifestação recebida pela Ouvidoria do TCE-AM. Um dos questionamentos feitos pela denunciante foi de que a empresa vencedora da licitação tem como dono um empresário que também venceu várias outras licitações da Prefeitura, o que causou espanto para a população da cidade.

Após análise da relatora e dos órgãos técnicos da Corte, foi observado que a contratação fere os princípios da eficiência, economicidade, moralidade e interesse público, por se tratar de carros luxuosos de alto custo.

Ainda segundo o relatório, o fato de a contratação ocorrer em meio à pandemia agravou o caso, tendo em vista que os recursos poderiam ter sido remanejados para uma melhor estruturação das ações de combate ao coronavírus.

Segundo a decisão, o pregão que trata sobre a locação dos veículos deve ser suspendido imediatamente, bem como qualquer ato de pagamento caso o processo já tenha sido realizado. Caso os veículos estejam, neste momento, alocados com a Prefeitura, a locação deve ser interrompida imediatamente.

O TCE-AM deu o prazo de 15 dias para que a Prefeitura de Coari se pronuncie a respeito da manifestação realizada na Ouvidoria e justifique os atos.

Confira o documento: 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.