Quinta, 06 de Maio de 2021
92 98468-7887
Política PEDOFILIA

Presidente da CPI da Covid, Omar Aziz já foi acusado de pedofilia

O caso voltou à tona, justamente porque Omaz Aziz se tornou o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que começa a investigar as questões relacionadas à COVID-19.

30/04/2021 11h16 Atualizada há 6 dias
Por: Wellyson Nascimento
Presidente da CPI da Covid, Omar Aziz já foi acusado de pedofilia

O presidente da CPI da Covid senador Omaz Aziz, (PSD), foi acusado novamente, de pedofilia, ele que já havia sido investigado em 2004 durante as investigações da CPI sobre exploração sexual, na qual possivelmente pagou para ter relações com uma jovem de 15 anos quando era vice-governador em 2003.

Essa acusação em meados de 2003 volta à tona nos tempos atuais, sendo que naquela época a acusação teve origem através de um inquérito em que duas garotas de programa afirmaram ter mantido relações com um homem chamado Omar, se tornado um escândalo político, entretanto em 2005 o Ministério Público do Amazonas entendeu que ex-governador e atual senador não tinha nenhuma relação com a acusação, sendo descartado sua participação e liberado sem mesmo ter sido chamado para ser interrogado.

Por outro lado, segundo o promotor na época, João Lúcio de Almeida Ferreira excluiu Aziz da investigação com base apenas no depoimento da adolescente a uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), pois por algum motivo que talvez se sabe o qual, a garota voltou atrás e desmentiu o que havia falado, sobre encontro, que se tratava do então senador atualmente.

 O caso voltou à tona, justamente porque Omaz Aziz se tornou o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que começa a investigar as questões relacionadas à COVID-19, a indagação por essa questão ter aparecido novamente é para pedir de explicação do senador para saber como o mesmo conseguiu se livrar de tal acusação sem se quer ter ido depor junto a CPI exploração sexual, além da suposta ´vítima´ ter retirado a acusação que envolve o político, já que o mesmo agora preside uma comissão que busca esclarecer a verdade, mas para ele comandar tal CPI, precisa ser transparente com relação aos assuntos que envolveu seu nome.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.