Quarta, 14 de Abril de 2021
92 98468-7887
Política CORREDORES DO PODER

Vereador Amon Mandel mantém servidor do TJAM em seu gabinete na Ouvidoria da CMM

Nos bastidores, há rumores sobre a suposta influência do judiciário no mandato de Amon por ele ser neto do presidente do TJAM

07/04/2021 19h29 Atualizada há 6 dias
Por: Eduardo Menezes
Vereador Amon Mandel e Pedro Bessa durante cerimônia de diplomação (Foto: Arquivo)
Vereador Amon Mandel e Pedro Bessa durante cerimônia de diplomação (Foto: Arquivo)

Um dos grandes destaques desta legislatura, o vereador Amon Mandel (PODE), surpreendeu em sua atuação como parlamentar estreante na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Após uma atuação contundente como oposição, no início do ano, o vereador parece mais quieto desde então, o que aumenta os rumores nos bastidores de entendimento político em o judiciário e a Prefeitura de Manaus.

Amon Mandel é neto do desembargador Domingos Chalub, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Para uma atuação mais técnica, o parlamentar conta com um servidor do TJAM a sua disposição em seu gabinete.

Pedro Augusto Câmara de Oliveira Bessa, é assessor técnico da Corte judiciária do Amazonas, em quadro efetivo desde 2017, e foi nomeado no dia 18 de janeiro deste ano como Coordenador de Ouvidoria na CMM, como mostra publicação do Diário Oficial da Casa, onde o cargo de ouvidor é ocupado por Amon.

No entanto, a reportagem não encontrou nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro qualquer disposição ou exoneração de Pedro publicado pelo TJAM, que segundo sua nomeação, exercia a função no setor dos juízes auxiliares a presidência.  

Consultado o vereador Amon Mandel informou que Pedro Bessa não está lotado em seu gabinete, mas na ouvidoria da Câmara – “O Pedro Bessa, um servidor do TJ concursado que está servido pra Câmara Municipal. Não pra mim. E aí eu pedi pra lotarem ele lá na ouvidoria porque ele tem mestrado. É uma pessoa bem, é... é... tem uma formação, né? Então ele está lá coordenando a Ouvidoria. É um nome técnico junto com outras pessoas que também tem a professora Elaine Belotta, tem mestrado em ouvidorias, tudo mais. Então, é só isso. Tá na ouvidoria da Câmara, não no meu gabinete”, disse o vereador em áudio encaminhado a produção do Laranjeiras News.

O Tribunal de Justiça ainda não respondeu aos questionamentos da reportagem.

O vereador Amon Mandel é o parlamentar mais jovem da história, assumindo o mandato com apenas 19 anos e é o atual ouvidor geral da Casa pelo período de dois anos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.