Quarta, 14 de Abril de 2021
92 98468-7887
Política VACINAÇÃO

David Almeida pode garantir primeiro lugar de Manaus em vacinação no Brasil

Manaus pode liderar o ranking de vacinados no Brasil

05/03/2021 14h47
Por: Andreia Souza
David Almeida pode garantir primeiro lugar de Manaus em vacinação no Brasil

O prefeito David Almeida (Avante), junto com sua equipe está trabalhando incansavelmente para atender a capital com o melhor assistencialismo na área de saúde nesta época tão difícil em todo o mundo.

Desde os primeiros momentos quando assumiu a prefeitura de Manaus, o prefeito entrou em contato com laboratórios para a aquisição de vacinas para a população manauara. E já fez a adesão ao Consórcio coordenado pela Frente Nacional de Prefeitos visando a compra direta de doses de imunizastes contra COVID-19.

Com as doses encaminhadas pelo governo federal, Manaus é a capital que mais vacinou segundo porcentagem de numero de habitantes, e ainda auxilia o estado do Amazonas na liderança de vacinados em todo território Nacional.

A capital já ultrapassou a marca dos 60% de vacinados dos grupos prioritários até esta sexta-feira (05) e usa a estimativa de vacinados pré-estabelecida pelo Ministério da Saúde de acordo com os números de cada grupo prioritário, conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Com a faixa etária diminuindo dos grupos prioritários possivelmente a prefeitura de Manaus terá que abrir novos pontos de vacinação e se organizará para atender a demanda caso seja necessário, a Semsa pode fazer ajustes na quantidade de postos.

 

Compras de Vacina

A autorização para aquisição de doses do imunizante veio do Supremo Tribunal Federal sobre a compra e distribuição de vacinas por estados e municípios caso o governo federal descumpra o Plano Nacional de Imunização, liberado desde o dia 24 de fevereiro de 2020 Estados e municípios estão liberados para realizarem importação e distribuição de vacinas contra o novo coronavírus, desde que não sejam dos mesmos fabricantes que fornecem o imunizante para o governo federal, no caso a Coronavac (Sinovac) e Astra Zeneca (Oxford).

Está possibilidade, fez com que David Almeida se posicionasse a favor da criação do consórcio formado por municípios participantes da FNP para a aquisição das vacinas. Essa medida garante uma maior força de negociação com os fornecedores, possibilitando a compra das doses por um preço abaixo do que seria negociado, caso houvesse uma corrida individual dos municípios pelo imunizante.

Além disso, a avaliação é de que não há interesse de competição com o Ministério da Saúde e governos estaduais. O objetivo é agregar esforços para encontrar uma solução para imunizar a população manauara.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.