BANNER JORNALISMO DE VERDADE
CRIME PASSIONAL

Esposa vai atrás de marido em boate, mata jovem de 26 anos e é presa em Tianguá

A presa afirmou à Polícia que disparou contra a mesa onde o marido estava e acabou tingindo duas pessoas. O crime foi registrado por câmeras de segurança.

20/02/2021 17h11Atualizado há 2 semanas
Por: Lohana Fernandes
Fonte: Diário do Nordeste
foto: divulgação
foto: divulgação

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) prendeu, nesta quinta-feira (18), uma mulher suspeita de matar outra em uma boate em Tianguá, no interior do Estado. O crime, segundo a Polícia, foi registrado por câmeras de segurança do estabelecimento.

De acordo como o delegado plantonista da Delegacia Regional de Tianguá, Fábio da Silva Pessoa, a suspeita, identificada como Dayanne Rafaelle da Silva Rodrigues, 31 anos, foi a uma boate no bairro Dom Timóteo, por volta das 15 horas, em busca do marido. Lá, ela teria encontrado o esposo com mais quatro pessoas, dentre elas uma mulher, em uma mesa. A suspeita, que estava com uma arma de fogo, atirou contra o grupo, atingindo pelo menos duas pessoas.

A vítima, identificada como Djaiane Batista Barros, 26 anos, caiu morta no chão logo depois de ser atingida. Um homem de 24 anos foi baleado e levado para uma unidade hospitalar. A Polícia acredita que Djaiane foi baleada na cabeça, mas aguarda o laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

A suspeita informou aos policiais que estava com raiva do companheiro e efetuou os disparos de forma aleatória. Ela admitiu que não conhecia a mulher que foi baleada.

 

Motivação do crime

Em um vídeo registrado pela câmera de segurança do local, é possível ver que depois dos disparos, a suspeita caminha para fora do estabelecimento e é seguida pelo marido. Do lado de fora, o marido tenta retirar a arma da esposa em frente ao estabelecimento. Conforme o delegado, a arma utilizada no crime foi comprada em Fortaleza, mas a ação não foi premeditada. "Segundo ela, ela agiu desconfiando que ele estaria lá e resolveu fazer na hora", indicou.

Dayanne Rafaelle foi presa na quinta-feira (18) por policiais do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) da PMCE. Ela vai responder por homicídio qualificado e lesão corporal de natureza grave. Um inquérito foi instaurado pela delegacia do município para apurar as circunstâncias do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.