BANNER JORNALISMO DE VERDADE
Galeria de fotos

Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”

07/02/2021 14h03
Por: Lohana Fernandes

 

José Maria Nunes Corrêa, natural da comunidade de Imperatriz, em Carauari, ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente após o sucesso "Tic Tic Tac", na década de 1990, quando liderava a banda Carrapicho.

Antes de se dedicar à carreira de cantor, Zezinho também fez curso de formação de atores, no Rio de Janeiro, e estudou interpretação e dança. Como ator, Zezinho Corrêa fez parte do Grupo de Teatro Experimental do Sesc.

Zezinho também investiu em carreira solo, produzindo projetos musicais. Entre os destaques estão a sua participação no musical “Boi de Pano”, durante o Festival Amazonas de Ópera de 2000; a gravação do seu CD solo no ano de 2001, no Teatro Amazonas e a participação no musical de Natal “Ceci e a Estrela”, em 2017.

No dia 21 de dezembro de 2020, o cantor subiu ao palco do Teatro Manauara com o show "Banho de Frevo - Zezinho Corrêa canta Elba Ramalho"; e no dia 28 de dezembro, o cantor participou do lançamento online do livro “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”, escrito pelo jornalista e produtor cultural Fabrício Nunes em homenagem à carreira de Zezinho. O lançamento foi transmitido do Centro Cultural Palácio Rio Negro.

O HIT QUE FEZ SUCESSO

O compositor parintinense Braulino Lima em 1996, mesmo ano em que o hit ganhou projeção mundial na voz de Zezinho.

Emocionado, Braulino disse que o amigo Zezinho foi o responsável por levar o "Tic Tic Tac" para o mundo.

"Sinto um vazio enorme no meu coração e na minha família. Ele era nosso amigo, ele deu vida para a minha música, fez tudo por mim. É uma tristeza que só Deus sabe. Não tenho palavras para descrever. É uma perda muito grande", contou o compositor.

O hit "Tic Tic Tac" foi inspirada na vida do próprio Braulino, que trabalhava no interior do Amazonas e sempre observava as terras e os barrancos caídos, de onde veio a inspiração inicial.

Letra e melodia prontas, o parintinense mandou a composição para a seleção de toadas de 1993 do boi Garantido. A canção foi selecionada, mas não emplacou. "Nesse tempo as músicas de boi não davam dinheiro. Eu fazia por amor. Até criticaram o 'Tic Tic Tac', porque esse tipo de refrão não era muito comum na época. Chegaram a falar que era a música do relógio", lembrou na época.

Foi só em 1996 que uma banda já conhecida no Amazonas fez da música de Braulino um fenômeno internacional. Regravada no CD “Festa de Boi-Bumbá”, do Carrapicho, a canção ganhou novo arranjo: saiu de cena o ritmo mais tradicional para dar vez a um instrumental tão cantado quanto o refrão. A roupagem mais pop chamou a atenção do produtor francês Patrick Bruel, que levou a banda - e a canção - para Paris.

Pronto, "Tic Tic Tac" era um sucesso. E o compositor teve a chance de ver seus versos cantados em pistas de dança na Europa e em programas de auditório do Brasil inteiro. O hit ganhou diversas regravações e Braulino começou a rir à toa. "Antes criticavam o 'tic tic tac', hoje esse é meu apelido. Todo mundo me chama de 'tic tac'".

BIOGRAFIA

Poucos dias antes de ser internado, Zezinho Corrêa pode ter, em mãos, uma das mais belas homenagens que um artista pode receber: um livro biográfico. E mais: escrito por uma amigo e companheiro de trajetória, o jornalista Fabrício Nunes.

“Escrever sobre a vida de Zezinho e ter o prazer de ser lido por ele foi tão grandioso... Ele estava feliz e realizado com o “livro”, comentou o autor de ‘Eu Quero É Tic, Tic, Tac’. O livro foi lançado oficialmente dia 26 de dezembro, pouco mais de uma semana antes da internação de Zezinho.

FALECIMENTO

Zezinho Corrêa, morreu aos 69 anos, o cantor estava intubado em um hospital particular de Manaus, após ter sido diagnosticado com o vírus da Covid-19 no início de janeiro.

Foi mais de um mês de luta e oscilações no quadro de saúde do cantor, Zezinho chegou a ser intubado e extubado após apresentar melhora no quadro clínico, mas o vírus da Covid-19 acabou por levar a vida de um dos ícones da arte e cultura Amazonense. Zezinho Corrêa deixou o seu legado com muita alegria e realização de tudo que fez pelo povo Amazonense.

Nós do Portal Laranjeiras News nos solidarizamos e lamentamos a morte desse grande artista !

 

  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
  • Confira um breve resumo da carreira e vida do artista do hit “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
VEJA TAMBÉM